Bota Imobilizadora M1

REF:
B060648-A

Bota Imobilizadora M1

REF:
B060648-A

Por: R$ 246,70ou X de

R$ à vista no boleto (5% de desconto)

Por: R$ 246,70ou X de

R$ à vista no boleto (5% de desconto)
-+
Comprar
Calcule o frete
Descrição
A Bota imobilizadora M1 foi desenvolvida com o objetivo de auxiliar a reabilitação do usuário em casos de lesões nas regiões do pé, tornozelo e perna, minimizando as restrições relacionadas às atividades do dia a dia. O recurso cumpre sua função imobilizadora sem comprometer a autonomia da pessoa lesionada, proporcionando mobilidade e conforto através de tecnologias em quatro principais componentes: solado, palmilha, protetor de calcanhar e revestimento.
A Bota imobilizadora M1 é bilateral, podendo ser usada tanto no pé esquerdo quanto no direito.

ESPECIFICAÇÕES

CARACTERÍSTICASO tamanho adequado é conforme o comprimento do seu pé:
Tamanho P: de 21 a 24 cm
Tamanho M: de 24,5 a 27 cm
Tamanho G: de 27,5 a 30 cm


ALTURA DO CANO:

Bota longa:
Tamanho P: 39 cm
Tamanho M: 40 cm
Tamanho G: 41 cm

Bota curta:
Tamanho P: 29,5 cm
Tamanho M: 30,5 cm
Tamanho G: 31,5 cm

Cor: Preta

COMPOSIÇÃO:
Estrutura, fechos aderentes, fivelas e rebites: poliamida.
Palmilha: borracha natural, borracha sintética, carga mineral, plastificante, agentes de vulcanização e expansão e pigmento.
Protetor do calcanhar e solado: EVA (etilvinilacetato).
Revestimento: poliéster.

PRAZO DE VALIDADE:
5 anos

ANVISA:
81284250009
INDICAÇÃOIndicada para a imobilização ou o posicionamento adequado da articulação do tornozelo e/ou do pé, em casos de entorses, fraturas estáveis ou tratadas cirurgicamente, luxações e subluxações, ruptura do tendão do calcâneo (tendão de Aquiles), lesões de ligamentos (estiramentos ou rupturas), prevenção de deformações articulares da artrite reumatoide, complicações do pé diabético (artropatia de Charcot), uso pós-cirúrgico, posicionamento do pé após AVC ou outras lesões neurológicas (correção do pé equino) e substituição ao uso do gesso.
MODO DE USARPrimeiramente, solte todas as tiras de fechos aderentes e abra o revestimento interno.

Com a bota apoiada em uma superfície estável, posicione o pé e a perna dentro dela, certificando-se de que o calcanhar esteja encostado ao fundo da bota, e a planta do pé esteja totalmente apoiada na palmilha.

Com o tornozelo em 90° e com as hastes da bota posicionadas nas laterais da perna, feche primeiro o revestimento através dos fechos aderentes e em seguida as tiras da bota, iniciando o fechamento pela tira que se encontra sobre o tornozelo e depois feche as demais.

Após, ajuste conforme necessário para garantir uma imobilização segura e ao mesmo tempo confortável.
Se o ajuste for pouco apertado, causará possibilidade de micromovimentos. Se for muito apertado, pode causar obstrução circulatória e dificultar a circulação sanguínea.

Para retirar a bota: apoie a bota em uma superfície estável e, em seguida, solte as tiras de fecho aderente da bota, iniciando pelas faixas mais distantes do tornozelo.
Após, abra o revestimento e retire o pé e a perna.
CUIDADO E CONSERVAÇÃOA utilização deste produto deverá ser sempre orientada por um especialista.

Caso seja necessário dormir com a bota, verifique se as tiras não estão apertadas demais, para não dificultar a circulação sanguínea. Mantenha a perna e o pé bem apoiados para evitar movimentos indesejados. Quando deitado, procure manter a perna levemente elevada, para prevenir o inchaço.

Ao caminhar, no lado contrário ao uso da bota, procure utilizar um calçado confortável e com altura semelhante à da bota, para evitar desvios posturais, dores e desconfortos em outras regiões do corpo.
Se necessário, utilize algum dispositivo de apoio, como bengalas ou muletas, para auxiliar no equilíbrio e tornar sua caminhada mais segura.
Qualquer uso diferente dos mencionados nesta embalagem, inclusive o pós-cirúrgico e a caminhada com a bota, deverá seguir orientação de um profissional da saúde.

Para higienização da bota Imobilizadora M1, retire as partes móveis (revestimento, fechos aderentes, palmilha e protetor do calcanhar) e lave-as separadamente à mão, utilizando apenas água e sabão neutro. Para limpeza do solado, utilize escova de cerdas e, para a estrutura, utilize um pano umedecido em água. A secagem deve ser realizada à sombra. Após a secagem das partes, encaixe-as novamente na estrutura rígida da bota. O revestimento interno sofre desgaste com o uso do produto e pode ser adquirido separadamente, aumentando a vida útil da bota.
VÍDEOhttps://www.youtube.com/embed/xCG5a-zmx34