Bota Imobilizadora M1

REF:
B060648-A

Bota Imobilizadora M1

REF:
B060648-A

Por: R$ 342,00ou X de

R$ à vista no boleto (5% de desconto)

Por: R$ 342,00ou X de

R$ à vista no boleto (5% de desconto)
-+
Comprar
Descrição
Bilateral e cumpre sua função imobilizadora sem comprometer a autonomia da pessoa lesionada, proporcionando mobilidade e conforto, através de tecnologias em cinco principais componentes: estrutura, solado, palmilha, protetor de calcanhar e revestimento. A estrutura possui hastes anatômicas que encaixam na perna e panturrilha. O componente é produzido em material resistente, sem a utilização de metais, o que possibilita o uso da bota para a realização de exames de raio-x. O solado apresenta uma curvatura com ângulo especialmente desenvolvido para estimular um movimento mais natural do joelho e quadril durante a caminhada. A palmilha proporciona absorção de impacto e distribuição adequada da pressão plantar (forças que se distribuem na planta do pé) para minimizar a sobrecarga nas estruturas do pé, tornozelo e perna. O protetor de calcanhar é uma peça anatômica com a função de aliviar a pressão da região posterior do pé e perna, bem como aumentar a imobilização. O revestimento é transpirável e contém nanopartículas de íons de prata, que neutralizam a proliferação de bactérias no próprio tecido, reduzindo o mau cheiro ocasionado pelo uso prolongado.

ESPECIFICAÇÕES

CARACTERÍSTICASO tamanho adequado é conforme o comprimento do pé:
Tamanho P: de 21 a 24 cm
Tamanho M: de 24,5 a 27 cm
Tamanho G: de 27,5 a 30 cm

ALTURA DA BOTA

Bota longa:
Tamanho P: 32 cm
Tamanho M: 33 cm
Tamanho G: 34 cm

Bota curta:
Tamanho P: 24 cm
Tamanho M: 24 cm
Tamanho G: 24 cm

Cor: Preta

COMPOSIÇÃO:
Estrutura, fechos aderentes, fivelas e rebites: poliamida.
Palmilha: borracha natural, borracha sintética, carga mineral, plastificante, agentes de vulcanização e expansão e pigmento.
Protetor do calcanhar e solado: EVA (etilvinilacetato).
Revestimento: poliéster.

PRAZO DE VALIDADE:
5 anos

ANVISA:
81284250009
INDICAÇÃOIndicada para a imobilização ou o posicionamento adequado da articulação do tornozelo e/ou do pé, em casos de:
- Entorses
- Fraturas estáveis ou tratadas cirurgicamente
- Luxações e subluxações
- Ruptura do tendão do calcâneo (tendão de Aquiles)
- Lesões de ligamentos (estiramentos ou rupturas)
- Prevenção de deformações articulares da artrite reumatoide
- Complicações do pé diabético (artropatia de Charcot)
- Uso pós-cirúrgico
- Posicionamento do pé após AVC ou outras lesões neurológicas (correção do pé equino)
- Substituição ao uso do gesso.
MODO DE USARPrimeiramente, solte todas as tiras de fechos aderentes e abra o revestimento interno.

Com a bota apoiada em uma superfície estável, posicione o pé e a perna dentro dela, certificando-se de que o calcanhar esteja encostado ao fundo da bota, e a planta do pé esteja totalmente apoiada na palmilha.

Com o tornozelo em 90° e com as hastes da bota posicionadas nas laterais da perna, feche primeiro o revestimento através dos fechos aderentes e em seguida as tiras da bota, iniciando o fechamento pela tira que se encontra sobre o tornozelo e depois feche as demais.

Após, ajuste conforme necessário para garantir uma imobilização segura e ao mesmo tempo confortável.
Se o ajuste for pouco apertado, causará possibilidade de micromovimentos. Se for muito apertado, pode causar obstrução circulatória e dificultar a circulação sanguínea.

Para retirar a bota: apoie a bota em uma superfície estável e, em seguida, solte as tiras de fecho aderente da bota, iniciando pelas faixas mais distantes do tornozelo.
Após, abra o revestimento e retire o pé e a perna.

Veja mais, acessando o vídeo:


CUIDADO E CONSERVAÇÃOA utilização deste produto deverá ser sempre orientada por um especialista.

Caso seja necessário dormir com a bota, verifique se as tiras não estão apertadas demais, para não dificultar a circulação sanguínea. Mantenha a perna e o pé bem apoiados para evitar movimentos indesejados. Quando deitado, procure manter a perna levemente elevada, para prevenir o inchaço.

Ao caminhar, no lado contrário ao uso da bota, procure utilizar um calçado confortável e com altura semelhante à da bota, para evitar desvios posturais, dores e desconfortos em outras regiões do corpo.
Se necessário, utilize algum dispositivo de apoio, como bengalas ou muletas, para auxiliar no equilíbrio e tornar sua caminhada mais segura.
Qualquer uso diferente dos mencionados nesta embalagem, inclusive o pós-cirúrgico e a caminhada com a bota, deverá seguir orientação de um profissional da saúde.

Para higienização da bota Imobilizadora M1, retire as partes móveis (revestimento, fechos aderentes, palmilha e protetor do calcanhar) e lave-as separadamente à mão, utilizando apenas água e sabão neutro. Para limpeza do solado, utilize escova de cerdas e, para a estrutura, utilize um pano umedecido em água. A secagem deve ser realizada à sombra. Após a secagem das partes, encaixe-as novamente na estrutura rígida da bota. O revestimento interno sofre desgaste com o uso do produto e pode ser adquirido separadamente, aumentando a vida útil da bota.
DESCARTEDESCARTE DA EMBALAGEM
Esse produto tem como embalagem uma sacola, feita de lona ecológica, cordão de algodão e viés, e pode servir como sacola reutilizável. Orientamos o descarte no lixo orgânico. Também possui uma tag, que é 100% renovável e reciclável. Orientamos o descarte no lixo de papel ou lixo seco. Lembre-se de guardar as indicações de uso descritas na tag antes de descartá-la, isso será útil para eventuais consultas.

DESCARTE DO PRODUTO
Esse produto é composto por 3 partes de plásticos recicláveis:
- Estrutura plástica, fivelas, rebites e fecho aderente: poliamida.
- Solado e protetor de calcanhar: EVA (Etil Vinil Acetato).
- Tecido: poliéster.
Orientamos o descarte destas partes plásticas no lixo plástico ou lixo seco.
A palmilha é feita de borracha. Orientamos o descarte no lixo seco.

Antes de descartar o produto, tente encaminhar para doação, se ainda estiver em bom estado de conservação. Ao final da vida útil do produto, busque descartá-lo da forma correta, conforme indicação. Ao dar a destinação correta de cada parte desse item, você aumenta as chances de que ele seja reciclado e retorne à cadeia produtiva ou volte ao meio ambiente da melhor forma possível. Essa atitude ajuda o planeta e favorece a construção do mundo de um jeito bom para todo o mundo.